O governador do Paraná, durante a entrega de veículos para assistência social em São José dos Pinhais, nesta sexta-feira (7), afirmou que aceita cortar o ICMS, porém o governo federal teria que garantir o repasse de recursos ao Estado. O presidente Jair Bolsonaro disse, na última quarta-feira (5), que vai zerar os tributos federais sobre combustíveis se os governadores zerarem o ICMS.

Segundo Ratinho Jr, os repasses ao Estado teriam que ser de quatro a cinco bilhões de reais, “para que as coisas não parem”.

Ratinho disse que os brasileiros pagam muitos impostos e que é necessária uma modernização tributária. “Todos nós sabemos que os brasileiro pagam muitos impostos. A ideia é que os estados também possam avançar nessa modernização tributária. E eu vejo uma boa vontade do governo federal, agora junto com os deputados federais e os senadores temos que achar uma saída para modernizar essa questão no Brasil”, concluiu.

Conforme divulgado no Portal da Transparência do governo estadual, de 1º de janeiro a 7 de fevereiro deste ano, foram arrecadados R$ 4,5 bilhões em impostos, sendo R$ 2,8 bilhões em ICMS.

 

Fontes: bandab e G1 Paraná

Responder